sábado, 18 de maio de 2013

Escola Ginda Bloch tombada pelo Patrimônio Histórico



Escola Ginda Bloch - Foto: Jeferson Hermida

Resultado de amplo estudo e pesquisa realizados pelo Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico Municipal, foi publicado esta semana em Diário Oficial, o decreto de tombamento do prédio onde funciona a Escola Municipal Ginda Bloch. A obra tem seu projeto de construção atribuído a Oscar Niemeyer e, a partir de agora, tanto o prédio como a Praça Nilo Peçanha, no Alto, onde está situado, são considerados patrimônios históricos culturais, permitindo, inclusive, punição na forma da lei em caso de danos, ameaças ou depredações.

O processo teve início em 2010, quando o Ministério Público foi provocado, começando a investigação, tendo em vista informações de que a escola, construída pelo empresário Adolpho Bloch e doada ao Município, teria projeto atribuído ao renomado arquiteto Oscar Niemeyer.

De fato, embora não reconhecido no catálogo do arquiteto, o projeto da escola – cujo prédio tem formato de materiais escolares quando visualizado de vista aérea – tem em suas linhas e traços todas as características presentes nas obras de Niemeyer, falecido aos 104 anos em dezembro de 2012. Sua autoria foi inclusive destacada pelo próprio Bloch durante a inauguração da escola, no ano de 1970, conforme matéria publicada na revista Manchete, à época.

Para o Secretário de Cultura, Wanderley Peres, o tombamento da Escola Ginda Bloch é fundamental dentro do processo de preservação da memória de Teresópolis. “Mesmo não estando oficialmente no catálogo de Niemeyer, é sabido e comprovado que o projeto foi desenhado pelo arquiteto. Uma obra com esta importância histórica não pode de forma alguma ser deixada de lado. Ao contrário, merece o tombamento, tornando-a parte integrante do Patrimônio Público de Teresópolis, o que possibilitará seu reconhecimento e sua manutenção com a garantia da preservação de suas características”, comentou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário