quinta-feira, 9 de maio de 2013

Alunas de fotografia da Sec. de Cultura realizam ensaio ao ar livre



Alunas do curso de fotografia - Foto: Roberto Ferreira

Alunas de uma das turmas do curso gratuito de fotografia oferecido pela Secretaria de Cultura de Teresópolis saíram na tarde desta quarta-feira, 8 de maio, para uma espécie de laboratório ao ar livre. As meninas, com idade entre 11 e 15 anos, foram acompanhadas pela professora Nicole Algranti – titular do curso – e visitaram cenários históricos e naturais, como o Mirante da Granja Guarani, o Soberbo, e o ponto de parada localizado no início da serra Teresópolis-Rio, conhecido como 'Santa'. E em cada local, realizaram diversos registros fotográficos, que agora serão analisados pelo grupo.

Este foi o quarto ensaio ao ar livre realizado pelos alunos do curso de fotografia, que conta atualmente com duas turmas: uma de 11 a 15 anos e uma de adultos. Segundo a professora Nicole, a proposta do curso é formar pessoas com um olhar mais aprofundado, especial; fortalecer o lado técnico da fotografia e possibilitar a descoberta de novos talentos. “Nos primeiros dois meses, eles aprendem a teoria da fotografia e noções de diafragma, velocidade de obturador, sensibilidade... Depois disso, é iniciada a parte prática do curso para que os alunos apliquem na prática o que aprenderam na teoria. É preciso que eles exercitem e este trabalho tem dado muito certo”, diz Nicole.

Em breve, uma nova turma do curso de fotografia será aberta. As aulas serão realizadas às quartas-feiras, pela manhã, e ministradas pela professora Nicole Algranti. As inscrições podem ser feitas no Centro Cultural Bernardo Monteverde (Avenida Oliveira Botelho, 210 – sobreloja - Alto), de segunda a sexta, das 9h às 18h.

Nicole Algranti é fotógrafa profissional há mais de 20 anos. Atuou como fotojornalista nos estados do Rio de Janeiro e Acre. Ao longo da carreira, trabalhou no Jornal do Brasil, fotografou índios amazonenses e foi a única fotógrafa contratada pela ONU (Organizações das Nações Unidas) para atuar na ECO 92 e, 20 anos depois, na Rio + 20.


Nenhum comentário:

Postar um comentário