sábado, 16 de junho de 2018

Universitários compartilham pesquisas em Congresso Internacional


13º Congresso Internacional da Rede Unida - Foto: Unifeso

Os estudantes Weslley dos Passos Veríssimo, Tayná Lívia do Nascimento, Luiz Gustavo Erthal Nogueira, Eduardo Felipe Barbosa de Oliveira, Sarah Braga Delgado e Nátali Vidal Rocha, junto com a egressa do mesmo curso Amanda Cruz Amaral e os professores Claudia Cristina Dias Granito Marques e Antonio Henrique Vasconcellos da Rosa, todos do curso de Enfermagem do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), vivenciaram as experiências do 13º Congresso Internacional da Rede Unida, que aconteceu de 30 de maio a 02 de junho, na Universidade Federal do Amazonas, em Manaus (AM), que teve como tema central “Faz escuro, mas cantamos: redes em re-existência nos encontros das águas”.

Enfermagem do UNIFESO apresenta trabalhos

Os estudantes Weslley e Tayná tiveram seis trabalhos aprovados para o evento, sendo que Tayná apresentou um recorte do seu Projeto de Conclusão de Curso, intitulado “Relato de experiência sobre o corpo do professor de Enfermagem no cenário tutorial”.

Entre os trabalhos apresentados, Wesley destacou “Educação em Saúde: o Papel do Enfermeiro como Educador em Saúde no Cenário de IETC”, que faz parte do Plano de Iniciação Científica e Pesquisa (PICPq) do UNIFESO, no período de 2016-2017, sob a orientação das professoras Joelma de Rezende Fernandes e Viviane da Costa Freitas Silva. “Foi um trabalho de pesquisa de campo, que teve com objetivo principal dar ênfase na atuação do enfermeiro como educador em saúde dentro do cenário escolar, onde foi feita pesquisa em grupo focal com 10 participantes cada, todos calouros do curso de Enfermagem que estavam inseridos nas escolas municipais de Teresópolis”, contou Wesley.

Outro tema apresentado pelo estudante foi “A Linha de Cuidado como Instrumento Pedagógico para Formação de Enfermeiros para o Sistema Único de Saúde”, um relato de experiência sobre a importância da Linha de Cuidado, sendo descritas por três estudantes as habilidades e competências que são desenvolvidas durante a formação, tendo como intuito atender às diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), garantido a formação de profissionais comprometidos e resolutivos, durante o caminhar na rede”, enfatizou Wesley.

Conhecendo culturas

De acordo com Wesley, o mais marcante no evento foi uma visita à Aldeia Indígena Sahu-Apé. “Fomos recepcionados pelo Pajé  que nos contou um pouco da cultura, rituais, estilo de vida, levando-nos à farmácia da aldeia, explicando como funciona os costumes indígenas e como era feito as terapêuticas tradicionais de cura com a utilização de cascas de árvores, plantas e sementes. Foi passado também como era a crença, no que eles acreditam e como funciona a parte espiritual”, detalhou o estudante, que também participou da criação da primeira Associação de Parteiras da Amazonas, quando elas relataram suas experiências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário