terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Mudanças importantes no Calendário de Vacinação


Daurema Docasar, da Sec. Saúde, explica sobre as mudanças - Foto: PMT
 
Profissionais de saúde que trabalham nas unidades de saúde receberam na quarta, 18/01, no auditório da Secretaria M. de Saúde, capacitação sobre as mudanças no Calendário Nacional de Vacinação. A partir deste ano, as vacinas contra Meningite C, HPV, Varicela e Hepatite A foram ampliadas para algumas faixas etárias, entre outras orientações.
 
“O objetivo da vacinação é a prevenção das doenças e a promoção da saúde. Com essa ampliação, o intuito é aumentar a proteção das crianças e oferecer imunidade principalmente contra Meningite e as doenças que os adolescentes podem adquirir se não se imunizarem contra HPV.
 
É importante que as mães que tenham dúvidas levem seus filhos menores de cinco anos ao posto mais próximo de sua casa para que o profissional de saúde possa avaliar e atualizar a caderneta, se necessário. Adolescentes entre 12 e 13 anos também devem ir a uma unidade para tomar as vacinas”, explicou a coordenadora do setor de Imunização da Secretaria de Saúde, Daurema Docasar.
 
Mudanças no Calendário de Vacinação
 
HPV: ampliada para população masculina de 12 a 13 anos de idade; (a faixa etária será ampliada gradativamente até 2020);
 
Meningocócica C: ampliada para adolescentes de 12 a 13 anos;
 
Tríplice Viral: Duas doses para pessoas de 12 meses até 29 anos e uma dose de Varicela atenuada para crianças até 4 anos;
 
dTpa: Passa a ser disponibilizada para gestantes a partir da vigésima semana de gravidez; (as mulheres que perdem a oportunidade de serem vacinadas durante a gestação, devem receber uma dose de dTpa no puerpério, o mais precoce possível)
 
Hepatite A: ampliação da oferta para crianças até 4 anos.
 
HPV: Especificações
 
Homens de 14 a 26 anos de idade portadores do vírus HIV também serão contemplados nas ações de vacinação. Além das meninas de 9 a 14 anos não vacinadas contra HPV.
 
A vacina HPV também estará disponível para indivíduos imunodeprimido (indivíduos submetidos a transplante de órgãos sólidos, transplantes de medula óssea ou pacientes oncológicos) que deverão receber o esquema de três doses (0,2,6 meses) para ambos os sexos, na faixa etária de 09 a 26 anos de idade.
 
A vacina HPV também estará disponível para indivíduos imunodeprimido (indivíduos submetidos a transplante de órgãos sólidos, transplantes de medula óssea ou pacientes oncológicos) que deverão receber o esquema de três doses (0,2,6 meses) para ambos os sexos, na faixa etária de 09 a 26 anos de idade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário