quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Fisioterapia do Unifeso prepara alunos para mercado em expansão


Fisioterapia do Unifeso - Foto: Unifeso
 
Com o envelhecimento da população brasileira o mercado de trabalho para o fisioterapeuta cresce a cada ano. Esse aumento acontece também pela ampliação das demandas para alguns setores de atuação desse profissional. Especialidades como cardiorrespiratória, terapia intensiva, oncologia, dermatofuncional, desporto, uroginecologia, saúde da família e do trabalhador são promissoras, e as tradicionais áreas ortopédica, neurológica e pediátrica também oferecem boas oportunidades. O piso salarial é diferente em cada estado, no Rio de Janeiro o valor mínimo é de R$ 2.432,72.
 
A professora Andréa Serra Graniço, coordenadora do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) explica que “o mercado de trabalho é amplo, abrangendo clínicas, consultórios, clubes desportivos, escolas, empresas, órgãos públicos e privados, docência e pesquisa. Vale lembrar que o fisioterapeuta também é um profissional liberal”.
 
O estudante do UNIFESO é preparado para ações de prevenção, promoção, proteção e assistência à saúde, com princípios éticos de responsabilidade profissional e social. Além de toda estrutura do campus Quinta do Paraíso, o aluno conta ainda com o Hospital das Clínicas de Teresópolis Costantino Ottaviano (HCTCO), a Clínica-Escola de Fisioterapia e convênios externos como cenários de prática desde o início do curso.
 
“O reconhecimento de nossa qualidade é expresso no sucesso profissional de nossos alunos e egressos, bem como nas avaliações do Ministério da Educação (MEC) e do Guia do Estudante, conceituada publicação da Editora Abril, que há anos classifica nosso curso entre os melhores”, destaca a professora Andréa Graniço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário