quarta-feira, 1 de abril de 2015

Teresópolis lança Observatório Social no Unifeso

Apresentação do Observatório Social - Foto: Divulgação

Os estudantes dos cursos de Administração e Ciências Contábeis e comunidade acadêmica do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) assistiram, recentemente, uma apresentação do Observatório Social de Teresópolis.

A missão da entidade é acompanhar o uso dos recursos públicos no município, sensibilizando e estimulando a participação ativa da sociedade no monitoramento da gestão pública e disseminar o conhecimento em relação aos recursos públicos e direitos do cidadão.

De acordo com o administrador Sandro Parisi, do Conselho de Administração do Observatório Social de Teresópolis, a iniciativa partiu de um grupo que se uniu com o intuito de buscar soluções que contribuissem com a cidade. Em seus estudos o grupo identificou o Observatório Social do Brasil como um bom modelo, e então começou a mobilizar mais pessoas da cidade parar participar. “No Rio de Janeiro, Teresópolis é a primeira cidade que tem o Observatório implantado, no entanto estamos interligados com os demais municípios do estado e temos diversos conselhos da região acompanhando nosso trabalho para auxiliar na implantação de observatórios em outros municípios”, salientou Sandro.

Os conselheiros fazem mensalmente visitas a diferentes comunidades de Teresópolis para esse trabalho de apresentação e sensibilização do Observatório, que além do conselho - formado bienalmente, conta com uma rede de voluntários de diversas qualificações. “Alguns processos licitatórios exigem conhecimentos específicos para que o julgamento daquele determinado serviço ou obra, por exemplo, indique se tem aderência ao mercado ou não, por isso essa rede de voluntários é muito importante e para isso buscamos mobilizar diversos profissionais”, justificou o empresário Mozart Rodrigues.

“Tomamos ciência da atuação de mais esta iniciativa da sociedade civil organizada em manifestar sua ânsia pelas boas práticas administrativas e a ética na gestão de questões públicas. Nossos estudantes, que têm em suas matrizes curriculares disciplinas como Administração Pública, Gestão Pública e Responsabilidade Fiscal, Administração Patrimonial e Administração de Compras entre outras estavam preparados para uma perfeita sintonia com o evento. Teresópolis está de parabéns por mais esta conquista”, elogiou o coodenador dos cursos, professor Jucimar André Secchin.

A professora Ana Maria Gomes, diretora do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS) contou que quando foi procurada pelo grupo, “que manifestou a intenção de inserir o UNIFESO nesta proposta, levei a questão para os dirigentes e imediatamente a Instituição se engajou na proposta. Já assinamos um termo de cooperação técnica com o Obsevatório, que fará uma seleção de estagiários do curso de Ciências Contábeis para acompanharem o trabalho que será desenvolvido”, adiantou.

Saiba mais sobre o Observatório Social

É um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública. Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.

Atuando como pessoa jurídica, em forma de associação, o Observatório Social prima pelo trabalho técnico, fazendo uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário