quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

14ª edição do PoÊterÊ teve grande público


Artistas animaram o público com muita música - Foto: Unifeso
 
As mais de doze horas de apresentações multiculturais com entrada franca no Centro Cultural FESO Pro Arte (CCFP) abrilhantaram a 14ª edição do mais tradicional festival de poesia de Teresópolis, o PoÊterê, no dia 29 de novembro.
 
Além do concurso poético, o evento teve shows musicais, performances e teatralização, filmes e debates, apresentação de dança, oficinas e exposição de arte — atividades espalhadas pelos diversos ambientes que receberam o público interessado em prestigiar o maior e mais diversificado encontro cultural da cidade.
 
“É uma maratona que, inicialmente, veio como um evento literário, mas agora envolve todas as artes: literatura, música, cultura, dança e todos os outros movimentos culturais”, explicou o professor Jorge Bragança, coordenador do Centro Cultural.
 
O festival contou com a presença de estudantes e funcionários do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) e do Centro Educacional Serra dos Órgãos (CESO), do coral do Centro Cultural FESO Pro Arte; das escolas públicas e particulares de Teresópolis; do Grêmio Musical Paquequer e Instituto Integrartes; da Oficina de Poesia e Criação e do Ballet Pro Arte, entre outros.
 
Também foram oferecidas oficinas de ilustração, xilogravura, literatura, e arte e sensibilidade, além de apresentações de performance poética, Banda Space Cake, Entre Cordas e Poesia e Música Brasil em Prosa e Verso.
 
Para a técnica de laboratório Alessandra Fonseca, o “mais interessante foram as oficinas, inclusive o meu filho Davi participou desenhando e curtiu bastante”. “Desenhei um dinossaouro e um super herói, gostei da oficina”, disse o pequeno Davi Fonseca, de quatro anos. Eduardo Coimbra, professor de História, veio prestigiar a apresentação de uma aluna dele e não contava com tantas atrações. “É um espaço muito interessante, gostei das exposições e pretendo voltar mais vezes”, garantiu.
 

O artista Vitor Machado, que esculpe máscaras com efeito especial foi um dos expositores do evento. “Nós artistas merecemos ter este espaço para desenvolvermos um trabalho profissional e ingressarmos no mercado”, constatou.
 
Concurso de poesia
 
Neste ano a estatueta PoÊterÊ foi entregue ao produtor musical e intelectual Sérgio da Costa e Silva, um dos produtores musicais mais premiados da atualidade. O concurso de poesia classificou as três melhores com tema livre: o primeiro lugar foi para o estudante Rafael Freitas, do CESO com seu poema “Puberdade”; seguido de Paulo César Desi, com “Tango Brasileiro”; e em terceiro lugar  a estudante Ana Carolina Magnago, também do CESO, com a poesia “Amizade é Tudo”.
 

O Centro Cultural FESO Pro Arte fica na rua Gonçalo de Castro, 85, Alto. Mais informações sobre a programação pelos telefones (21) 2644-5770 / 5762 ou pelo e-mail centrocultural@unifeso.edu.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário