terça-feira, 29 de novembro de 2016

Engenheira do Unifeso apresenta pesquisa no ICMBio


Engenheira Cristiane Tiemi Yoshikawa - Foto: Unifeso
 
Elaborado pela engenheira Cristiane Tiemi Yoshikawa, ex-aluna do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), a pesquisa “Investigação Quali-Quantitativa nos trechos do Jardim Serrano e Quebra Frascos inseridos na Zona de Amortecimento do PARNASO, Teresópolis, RJ”, foi apresentado no VIII Seminário de Pesquisa e VIII Encontro de Iniciação Científica do Instituto Chico Mendes (ICMBio), realizado em setembro, em Brasília (DF). Desenvolvido no âmbito do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC/ ICMBio, no ciclo 2015/2016, na modalidade voluntária, a pesquisa faz parte do projeto “Pesquisa-ação com as comunidades do Jardim Serrano e Quebra-Frascos: Educação Ambiental e Participação Sociopolítica na Gestão Ambiental Pública”.
 
Parceria entre o UNIFESO e o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (PARNASO), a pesquisa foi orientada pelo analista ambiental e coordenador de educação ambiental Marcus Machado Gomes e coorientado pela Profa. Dsc. Maria Helena Carvalho da Silva, do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, com apoio de estudantes de Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia de Produção e Ciências Biológicas.
 
Cristiane conta que, após apresentação em painel, entre trinta e quatro graduandos de Iniciação Científica participantes, seu trabalho foi escolhido entre os oitos melhores apresentados no PIBIC/ICMBio (2015/2016), para apresentação oral no encerramento no seminário.
 
“Agradeço ao meu orientador, minha coorientadora, nossa equipe do Projeto Pesquisa-Ação, minha eterna coordenadora Vivian Paim, meus professores Maria Isabel Lopes, Roberta Martins e Guilherme Hissa. A toda equipe do PARNASO, em especial Isabela Deiss de Farias, Jorge Luiz do Nascimento e Cecília Cronemberger de Faria,  e  ao comitê e equipe do PIBIC/ICMBio, por abrirem frentes de trabalho e apoio à pesquisa, por permitirem a evolução do conhecimento de futuros profissionais, na extensa e estreita caminhada na preservação e conservação de nossos bens naturais. Jamais me esquecerei desta ação transformadora”, agradeceu Cristiane.

Nenhum comentário:

Postar um comentário