quinta-feira, 7 de maio de 2015

Teresópolis comemorou o Dia da Dança nas ruas

Evento despertou a atenção do público - Foto: Roberto Ferreira

Quem passou pelo centro da cidade na tarde do último sábado, 2 de maio, pôde perceber uma movimentação diferente no sinal de trânsito da Avenida J.J. de Araújo Regadas, no cruzamento com a Avenida Lúcio Meira. É que a cidade sediou, com grande sucesso, mais uma edição do ‘Quem dança é mais feliz’, evento promovido pela Companhia Dançarte, com apoio da Prefeitura de Teresópolis, através da Secretaria de Cultura.

Pelo quarto ano consecutivo, bailarinos de companhias se apresentaram em plena rua, despertando a atenção da população e turistas. A ação cultural contou com a participação da Dançarte Companhia de Dança e o Núcleo de Dança, com seus diretores Carolina Cox e Sergio Marshall. Outros bailarinos de Teresópolis, como Patrick Gomes e Gibson Moraes, também participaram de forma independente.

A intervenção teve como objetivo celebrar o Dia Internacional da Dança, comemorado no dia 29 de abril. Por cerca de duas horas, os bailarinos se revezaram na intervenção, executando coreografias cada vez que o sinal de trânsito ficava vermelho. Foram apresentadas coreografias de ballet clássico, ballet contemporâneo, jazz, hip hop e dança de salão.

Para incentivar o público, uma faixa foi produzida pela Secretaria de Cultura com os dizeres ‘Se gostou, buzine’, exposta a cada apresentação. E, segundo a organizadora Hebe Otto, diretora da Cia Dançarte, a reação não poderia ter sido melhor. “A faixa fez um enorme sucesso. Houve uma interação e os carros realmente buzinaram muito. Mais uma vez, o evento foi bastante produtivo”, comemorou Hebe.

“Promovemos uma ação diferenciada, que despertou a atenção tanto dos motoristas quanto dos pedestres, com bastante sucesso. Comemoramos o Dia Internacional da Dança com belas apresentações, alegres e vivas, estimulando o interesse e a adesão de um novo público à prática da dança”, avaliou o secretário de Cultura, Ronaldo Fialho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário