quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Premiação do II Festival de Cinema Euclydes da Cunha


Alegria marcou o encerramento do Festival

Com um total de sete dos dez prêmios anunciados, o vídeo 'O bêbado e a equilibrista', produzido pelos alunos da Escola Municipal Ginda Bloch, foi o grande vencedor do II Festival de Cinema Euclydes da Cunha. Organizado pelo Colégio Estadual Euclydes da Cunha, com apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, o evento foi realizado entre os dias 12 e 15 de setembro, na Casa de Cultura Adolpho Bloch, e teve no último sábado, 15/09, sua noite de gala, com a entrega da premiação aos vencedores da mostra. Sete vídeos concorreram ao festival, que contou também com palestras e apresentações musicais.

Na noite de encerramento do festival, o diretor do colégio, José Nildo Amorim, parabenizou a todos pela iniciativa. “Fico feliz e orgulhoso em ver o sucesso deste festival, assim como a participação dos alunos e a seriedade de todos os envolvidos. Agradeço à Secretaria de Cultura, pelo grande apoio, e especialmente ao público, que fez questão de nos prestigiar. Até 2013”, disse o diretor, que foi homenageado pelos alunos da escola, recebendo o Prêmio de Melhor Diretor Geral.

O festival foi organizado e executado pelos próprios alunos do Colégio Euclydes da Cunha, sob a coordenação do professor George Campista, responsável pelo projeto 'Cinema na Escola', desenvolvido há sete anos com a proposta de produção de documentários. Ao longo dos quatro dias de evento, seis vídeos, todos produzidos em Teresópolis por alunos de escolas públicas do município, foram exibidos e concorreram ao festival: O bêbado e A equilibrista (ficção), Presença (ficção), O encanto de sinhá (ficção), Poemas de um adolescente qualquer (ficção), Legalização da maconha (documentário) e A importância da educação infantil (documentário).

Produzido em formato de cinema mudo por alunos do 8º e do 9º anos, tendo como locação a Casa da Memória Arthur Dalmasso, o vídeo 'O bêbado e A equilibrista' foi vencedor nas categorias: vídeo de ficção; direção; ator (Victor Luiz Mozer); atriz (Giuliana Rocco); figurino; roteiro; e edição, som e imagem. “Foi uma experiência excelente. Tivemos ajuda e muito apoio de nossos professores, mas, ainda assim, não poderia imaginar que receberíamos tantos prêmios”, comentou o diretor e editor do vídeo vencedor, Pedro Soares Areal da Costa, que pretende fazer faculdade de cinema. “É algo que realmente gosto muito. Se eu puder, é essa carreira que pretendo seguir”, completou.

O vídeo 'O Encanto de Sinhá', produzidos pelos alunos do 1º e 2º anos do curso de Formação de Professores do Euclydes da Cunha, levou o prêmio nas categorias melhor canção e fotografia. E 'A importância da educação infantil' ficou com o prêmio de melhor documentário.

Além da exibição dos vídeos, o festival contou com palestra ministrada por Marcos Tristão, sobre o tema 'Juventude e arte para qualquer parte', e apresentações musicais com Stelly Branco, Marcos André, Banda Colobe, Banda Seu John e a oficina do som com Robson Martins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário