terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Exposição de projetos para abrigos de passageiros de ônibus


Ônibus de Teresópolis - Imagem ilustrativa

Marcada para 31 de janeiro, a premiação, através de certificados, dos três primeiros colocados no concurso público para seleção de ideias de projetos básicos de redesign de abrigos, pontos e paradas de ônibus. Na mesma data, será aberta a exposição dos três trabalhos vencedores. A mostra poderá ser visitada de 31 de janeiro a 28 de fevereiro, no hall de entrada do Palácio Teresa Cristina, sede da Prefeitura de Teresópolis.

Os projetos vencedores foram selecionados por comissão técnica julgadora, formada por representantes de cursos de engenharia ou de arquitetura e design. Em 1º lugar ficou a arquiteta Elisa Accioly Rosa e equipe – Lyz Figueiredo, Livia Goulart, Rodrigo Almada, Arthur Felippe e Marcos Garcia; em 2º, o arquiteto Douglas Carvalho da Costa, e em 3º lugar, o arquiteto Bruno de Menezes Pacobahyba.

Iniciativa da Prefeitura, através da Secretaria de Planejamento e Projetos Especiais, o concurso público foi lançado em agosto de 2018 e se alinha ao Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que tem como objetivo a melhoria na circulação, na mobilidade e nos espaços da cidade. “Os projetos se destacam pela segurança, alta tecnologia e estrutura de alto padrão, tudo pelo bem da coletividade. Parabenizo os profissionais e seus colaboradores pelo interesse em contribuir com sugestões criativas de soluções, alinhadas aos critérios de acessibilidade, mobilidade e sustentabilidade”, enaltece o Prefeito Vinicius Claussen.

Seguindo o edital, todos os projetos prevêem acesso para cadeirantes, idosos, gestantes e pessoas com deficiência visual; sistemas de consultas de linhas de ônibus; tomadas para carregamento de telefones celulares; espaços para divulgação de informações sobre a cidade; bicicletários; bancos e lixeiras.

A criatividade ficou por conta do sistema de módulos criados, cada um utilizando um tipo de material e com identidade visual única. Todos propõem o uso de energia gerada por painéis solares e modelos diferenciados de Mobiliário para Informação Pública (MUPIs), para orientação de passageiros e pedestres sobre a cidade, atrativos e mapas de localização. Os módulos foram adaptados aos tipos de calçadas existentes na cidade e aos locais com e sem marquises. Jardineiras e mobiliário, tipos de lixeira e de relógios e outros elementos foram dispostos seguindo as ideias inovadoras dos autores dos projetos.

“Os três vencedores do concurso público colocaram em seus projetos todo amor pela cidade, compartilhando ideias modernas e sustentáveis, dentro da proposta de cidade inteligente. São sugestões que poderão servir de inspiração para projetos futuros da Prefeitura”, avalia Mara Bastos, subsecretária de Projetos Especiais e responsável pelo acompanhamento do concurso público.


Nenhum comentário:

Postar um comentário