quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Teresópolis sedia seminário de Conselhos Municipais de Educação


Prof. Allan Damasceno fala sobre Educação Especial - Foto: Roberto Ferreira
 
Reunindo 135 participantes de 42 municípios fluminenses, foi realizado nesta terça-feira, 18, em Teresópolis, o II Seminário dos Conselhos Municipais de Educação. Com organização da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação do Rio de Janeiro (UNCME-RJ), o evento contou com o apoio da Secretaria de Educação de Teresópolis e do Conselho Municipal de Educação e aconteceu no auditório multimídia do Unifeso – Centro Universitário Serra dos Órgãos.
 
O objetivo foi contribuir para a formação dos conselheiros, promover a reflexão sobre as políticas públicas de Educação Especial e assessorar na construção da Deliberação da Educação Especial para cada município, a fim de garantir atendimento de qualidade, na Rede Municipal de Ensino, dos portadores de necessidades educacionais especiais.
 
“Essa deliberação nos foi pedida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, porque os promotores fazem todo o seu trabalho em cima das legislações que os conselhos municipais têm em cada cidade. Temos que fazer com que realmente essa política de educação especial se faça em cada município”, explicou Eliana Cavalieri Duarte, coordenadora estadual da UNCME-RJ.
 
A diretora do Departamento de Educação, da Secretaria de Educação de Teresópolis, Carla Rabello, deu boas-vindas aos participantes na abertura do seminário. “Que saiamos daqui com uma visão mais ampla de educação inclusiva, para termos uma política pública que atenda melhor as crianças e a sociedade como um todo”, destacou.
 
O evento contou com palestras sobre Educação Especial, com o professor Allan Damasceno, e sobre o tema ‘Descobrindo caminhos e partilhando responsabilidades’, com a professora Glauciane Soares Basílio. Trabalhos de grupo e apresentação de resultados encerraram a programação, que teve ainda apresentação do coral da Univerti – Universidade da Terceira Idade, do Unifeso. Todo o seminário teve tradução para a Língua Brasileira de Sinais, feita pela professora Aracy Cristina Kenupp Bastos Marcelino, da Rede Municipal de Ensino de Teresópolis.
 

De acordo com a presidente do Conselho de Educação de Teresópolis, Fátima Machado, a formulação de uma deliberação para nortear a Educação Especial atende uma das metas do Plano Municipal de Educação. Aprovado no último mês de maio, o documento envolve todos os níveis e modalidades de ensino do setor público e privado de Teresópolis, e define diretrizes e metas educacionais para os próximos dez anos. “A Educação Especial ainda é um grande desafio para todos. Mas os professores estão interessados em contribuir, aprender e lançar mão dessa ferramenta em busca da Educação de qualidade. Isso ficou bem firmado nesse encontro, com a presença de mais de 135 pessoas de 42 municípios do estado do Rio em Teresópolis”, pontuou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário