quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Ação de meio ambiente no bairro do Fischer


Alunos da Escola Heleno de Barros Nunes - Foto: Vanusa Lima
 
A preocupação com a ecologia e o meio ambiente motivou a Secretaria Municipal de Meio Ambiente a desenvolver um projeto de educação ambiental que vem sendo realizado, desde o inicio do ano, em diversos bairros da cidade.
 
Até o momento, a ação de conscientização já alcançou nove comunidades diferentes e nesta segunda-feira, 10, um grupo de alunos da Escola Municipal Heleno de Barros Nunes, no Fischer, foram contempladas com as atividades. O processo educativo visa orientar os participantes sobre a realidade em que vivem, incentivando-os a promover melhorias no seu contexto socioambiental.
 
Acreditando que a prática da educação ambiental desenvolve novos valores em relação à forma como vemos, sentimos e vivemos, agentes das quatro secretarias envolvidas (Meio Ambiente, Defesa Civil, Saúde e Serviços Públicos) participam do projeto. A ação contou com realização de palestras e demonstrações sobre o que podemos e devemos fazer para contribuir  na resolução de problemas atuais e na prevenção de problemas futuros.
 
O bate-papo com a criançada abordou diversos temas, promovendo a construção do conhecimento de forma interativa e lúdica, com reflexões e debates. Após a palestra, a Secretaria de Meio Ambiente, junto com as crianças, realizou um plantio de mudas nativas da região, enfatizando a importância do reflorestamento. O mosquito da Dengue (aedes aegypti), representado por um funcionário caracterizado, também foi destaque na ação. Enquanto diverte os alunos, o agente passa informações sobre os cuidados e a prevenção no combate à doença.
 
Para o secretário de Meio Ambiente, André de Mello, a ação foi imprescindível aos moradores do local, onde muitos vivem da reciclagem. “Por ser uma área onde vivem muitos catadores, a reciclagem é um tema presente na vida dessa comunidade. Por isso, procuramos debater mais sobre este assunto, levando mais conhecimentos a eles.”, disse De Mello.

Nenhum comentário:

Postar um comentário