terça-feira, 4 de junho de 2013

Mutirão ambiental na Ilha do Caxangá, no Alto


Agentes ambientais voluntários - Foto: Jeferson Hermida

Os cerca de 20 agentes ambientais comunitários voluntários que concluíram o módulo básico do curso de formação, oferecido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil, vão entrar em campo pela primeira vez. Nesta quinta-feira, dia 6, a partir das 9h, eles participam do primeiro mutirão ambiental na comunidade da Ilha do Caxangá, no Alto, quando orientarão os moradores sobre a importância de manter o local onde vivem sempre limpo, bem como o trecho do rio que corta a localidade.

A ação integra a agenda de atividades em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado nesta quarta-feira, 5 de junho, e contará com a participação de equipes das secretarias municipais de Meio Ambiente e Defesa Civil, de Cultura e de Obras e Serviços Públicos, mobilizando ainda moradores, integrantes do Fórum da Agenda 21 e estudantes da rede municipal de ensino.

Na noite desta segunda, 3/6, os agentes receberam o certificado de conclusão do módulo básico do curso de formação, que abordou temas como legislação, licenciamento ambiental e fiscalização em áreas de proteção ambiental.

Iniciativa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil, o programa Agente Ambiental Comunitário tem por finalidade propiciar a participação voluntária em atividades de educação ambiental, orientando os participantes sobre como podem atuar na busca de alternativas viáveis para a conservação da natureza e o uso sustentável dos recursos naturais.

O agente está sendo preparado para identificar e denunciar, na comunidade onde mora, questões como desmatamento, construções em áreas de preservação, focos de incêndio e descarte inadequado de lixo, entre outras situações. A aplicação das penalidades aos infratores cabe à Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Civil.

Segundo Leandro, o curso de formação terá continuidade em junho para o aprofundamento dos temas abordados no módulo básico. Depois, os agentes percorrerão as comunidades onde moram, na cidade e no interior, para fazer um levantamento dos problemas ambientais. A ação será acompanhada por equipe técnica da Secretaria e também por monitores dos cursos de Engenharia Ambiental e de Biologia do Unifeso (Centro Universitário Serra dos Órgãos).


Nenhum comentário:

Postar um comentário