sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Escola voltará a funcionar depois de longa interdição


Encosta impedia o funcionamento - foto de arquivo
 
Fechada desde 2013, a Escola Municipal Manoel Alves Moreira, no Corta Vento, teve a obra de estabilização do muro concluída e foi entregue à comunidade nesta quinta-feira, 22. O espaço está sendo preparado para que os alunos voltem a ter aulas na unidade em 2017, mas, estará aberta para a Pré-matrícula dos estudantes para o ano que vem.
 
“É uma grande vitória. Estamos felizes com o retorno da escola, pois os estudantes poderão estar de volta à unidade de ensino do seu bairro. A obra foi inspecionada por engenheiros da Prefeitura e aprovada pela Defesa Civil, ou seja, a comunidade escolar pode se sentir segura no local”, ressaltou a secretária de Educação, Eveline Cardoso.
 
A escola ficou interditada pela Defesa Civil devido ao risco de deslizamento de terra. Cerca de 80 alunos vinham estudando na Escola Estadual Municipalizada Hilário Ribeiro, no Quebra Frascos. Eveline destacou que a unidade estará aberta para atendimento aos pais e preparativos para a volta às aulas no ano letivo de 2017.
 
A escola do Corta Vento deverá ter, a partir do ano que vem, turmas de Pré-I, que atende crianças com 4 anos completos até 31 de março. “A escola tem turmas do 1º ao 5º ano, mas para o ano que vem, a Educação Infantil, com o Pré-escolar, deve ser atendida também na comunidade”, observou a secretária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário