sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Defesa Civil continua em estágio de atenção

Abrigo - Foto: Marco Esteves

Devido à previsão da continuidade de ocorrência de chuvas, a Defesa Civil de Teresópolis permanece em estágio de atenção. Nas últimas 24 horas foi registrado um acumulado de 70 milímetros, máxima de precipitação observada no bairro da Tijuca, onde fica instalada a sede o órgão.

De acordo com o plantão da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Civil, não houve registro de ocorrências durante a noite desta quinta-feira, 3, e a madrugada desta sexta, 4, apesar das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme de oito comunidades terem sido acionadas no final da tarde de ontem.

Agentes da Defesa Civil percorrem a cidade, principalmente as áreas mais afetadas pelas últimas chuvas – os bairros de Santa Cecília, Vale da Revolta, Fonte Santa e Quinta Lebrão, bem como as comunidades do Rosário, Pimentel e Perpétuo – no bairro de São Pedro, e Ilha do Caxangá, no Caxangá – para fazer vistorias técnicas e levantar o número de desalojados.

“Na noite desta quinta-feira, encaminhamos 13 moradores da Ilha do Caxangá para um ponto de apoio, devido à queda de uma árvore. Continuamos mobilizados no atendimento das pessoas desalojadas”, informou Graça Granito, Secretária Municipal de Desenvolvimento Social.

Equipes da Secretaria de Obras e Serviços Públicos trabalham na desobstrução de ralos e limpeza de bueiros, a fim de facilitar o escoamento da água da chuva, nas avenidas Feliciano Sodré e Delfim Moreira, e nas ruas Tenente Luiz Meirelles e Manoel Lebrão, na Várzea, onde alguns trechos foram alagados com a forte chuva da madrugada da última quinta.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil está acompanhando a previsão do tempo, através de sua sala de monitoramento, e repassando os boletins e alertas meteorológicos para os voluntários dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil, a fim de orientar a população em caso de ocorrência de chuva forte. A Defesa Civil permanece de prontidão para atender a população pelo telefone de emergência 199.

Nenhum comentário:

Postar um comentário