quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Direção nacional intervém no Sesc-RJ

O Sesc Teresópolis é subordinado ao Sesc Rio


A direção do Serviço Social do Comércio (Sesc) decretou a intervenção, pelo prazo de 120 dias, da representação da entidade no Estado do Rio.

Apontados pelo conselho fiscal do Sesc como suspeitos de envolvimento em um esquema de superfaturamento e desvio de verbas, o presidente do Conselho Regional do Sesc-RJ, Orlando Diniz, e o diretor regional, Luiz Oddone, foram afastados.

A sugestão de que o Departamento Nacional do Sesc interviesse no Sesc-RJ foi apresentada pelo conselho fiscal, de maneira unânime, depois que uma comissão de inquérito montada para apurar a legalidade de atos praticados pela gestão de Diniz em 2010 concluiu haver indícios de que o dinheiro da instituição vinha sendo gasto de maneira indevida.

Para comandar o Sesc-RJ pelos próximos quatro meses foi designado o diretor do Departamento Nacional, Maron Emile Abi-Abib. No período, as investigações sobre os procedimentos da cúpula do Sesc fluminense serão aprofundadas. Caso as suspeitas não se confirmem, os afastados poderão ser reconduzidos aos cargos.

Com informações da Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário