quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Teresópolis combate o mosquito transmissor de doenças


Agentes comunitários de saúde - Foto: PMT

Desde o fim de 2018, a Secretaria Municipal de Saúde mobiliza os agentes comunitários de saúde, lotados nos Postos de Saúde da Família (PSFs), e os agentes de controle de endemias, da Divisão de Vigilância Ambiental, em uma grande ação de prevenção e de combate ao Aedes aegypti. As atividades são intensificadas no período de verão, época de maior incidência do inseto.

Os profissionais percorrem os bairros, na cidade e no interior, e conscientizam os moradores, através de conversas e de distribuição de panfletos educativos, sobre os cuidados que devem ser tomados, no dia a dia, para eliminar possíveis criadouros do mosquito, responsável pela transmissão da dengue, zika, chikungunya e da febre amarela.

Entre as ações de prevenção estão: cobrir ou furar pneus para evitar o acúmulo de água, colocar areia em vasos de plantas, tampar caixas d’água, virar garrafas e outros recipientes de boca para baixo.

Também são sinalizadas as áreas de risco para a possível ocorrência de foco do inseto, com orientação às pessoas sobre a necessidade de manter limpos locais de reservatório de água.

A Secretaria de Saúde alerta que, por se tratar de saúde pública, agora é lei: os agentes de saúde que trabalham no combate ao Aedes aegypti podem realizar entrada forçada em imóveis públicos e particulares abandonados ou com ausência de pessoa que possa permitir o acesso ao local, ou no caso de recusa de acesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário